Sofia Areal: Um Gabinete Anti-dor
Jorge Silva Melo
Características Técnicas:
PORTUGAL | 2016 | 55' | COR | 16/9 | 1.78:1 ANAMÓRFICO | PORTUGUÊS

©Artistas Unidos, 2016 | (P) Midas Filmes, 2019 | Registo nº 516/2019 | M/12
Editado: 07-2019
preÇo: 7,5 euros
comprar
Sofia Areal, pintora, é um caso singularíssimo nas artes portuguesas. A sua pintura é expansiva, aberta, solar, vital, afirmativa (chamou mesmo "Sim!" à sua primeira antológica), ela não recua perante noções como "o belo" ou "a alegria". "É uma promessa de felicidade?", perguntei-lhe num dia de filmagens. "Ou é mesmo a felicidade.", respondeu. Com SOFIA AREAL: Um Gabinete Anti-dor, que concluímos em 2016, filmámos a artista em várias ocasiões a partir de 2011, ao sabor de vários encontros e dos trabalhos que íamos fazendo. Não se trata de um documentário retrospectivo, mas sim um filme que está ao seu lado, a seguir o seu fazer, as suas dúvidas, certezas, conquistas. Aquilo que me interessou foi ver a Sofia Areal pensar pintando, pintar pensando. Pois nela "o que em mim pensa está pintando", é o seu ofício, o dessa mão que todos os dias faz a alegria. E Sofia Areal continua a pintar. E eu preciso tanto da sua pintura afirmativa. Que, como ela diz, "é uma questão de sobrevivência."
ficha tÉcnica
realização Jorge Silva Melo direcção de fotografia José Luís Carvalhosa som Armanda Carvalho montagem e grading Miguel Aguiar mistura de som Nuno Carvalho assistência de imagem Paulo Menezes produção Manuel João Águas, Andreia Bento, João Meireles uma produção Artistas Unidos / RTP, S.A.